TOP 5: AGATHA CHRISTIE

          O que falar dessa pessoa que conheço a pouco tempo e já considero pacas? Meu caso de amor com a Agatha começou em novembro de 2012 quando eu achei 2 livros dela, que eram do meu tio, perdidos na casa da minha avó.
Naquela época eu estava começando a tomar gosto por uma leitura menos juvenil mas não tinha dinheiro para comprar livros (fica aí uma crítica: livros são caros), então comecei a procurar em casa e na casa da minha vó e achei verdadeiras preciosidades em forma de livros velhos e empoeirados, escondidos nas bagunças da vida, como foi com os da Agatha. Lembro que devorei as histórias tão rápido, fiquei hipnotizada até descobrir os mistérios e percebi que esse estilo de livro que te prende e você não consegue mais fazer nada até saber o final é um dos meus favoritos. E assim, fui pesquisando outros livros da mesma autora e cá estou para indicá-los. Lembrando que estou indicando com base nos livros que eu já li, e eu não li todos os livros dela (só 11).
as fotos foram tiradas por mim, por isso estão essa beleza
PS: Não coloquei os livros em ordem alguma, estou enumerando pela ordem que estava na foto mesmo.

1. E NÃO SOBROU NENHUM
          Uma ilha misteriosa, um poema infantil, dez soldadinhos de porcelana e muito suspense são os ingredientes com que Agatha Christie constrói seu romance mais importante. Na ilha do Soldado, antiga propriedade de um milionário norte-americano, dez pessoas sem nenhuma ligação aparente são confrontadas por uma voz misteriosa com fatos marcantes de seus passados. Convidados pelo misterioso Mr. Owen, nenhum dos presentes tem muita certeza de por que estão ali, a despeito de conjecturas pouco convincentes que os leva a crer que passariam um agradável período de descanso em mordomia. Entretanto, já na primeira noite, o mistério e o suspense se abatem sobre eles e, num instante, todos são suspeitos, todos são vítimas e todos são culpados.

- O único livro sem um detetive protagonista que eu li da Agatha Christie;
- É o livro mais vendido dela;
- O título original era "O caso dos dez negrinhos" que foi censurado.

2. O MISTERIOSO CASO DOS STYLES
          No meio da madrugada, a rica proprietária da mansão Styles é encontrada morta em sua cama, aparentemente vítima de um ataque cardíaco. As portas do quarto estavam trancadas por dentro e tudo indicava morte natural. Mas o médico da família levanta uma suspeita: assassinato por envenenamento. Todos os hóspedes da velha mansão tinham motivos para matar a Sra. Inglethorp e nenhum deles possuía um álibi convincente.

- Esse é o primeiro livro publicado da Agatha Christie;
- E o primeiro livro da saga do queridíssimo detetive Hercule Poirot S2.

3. O ASSASSINATO DE ROGER ACKROYD
          Na pequena King's Abbot o suícidio súbito de uma viúva logo espalha rumores de que ela matou seu marido e estava tendo um caso secreto com o bem sucedido Roger Ackroyd. Na noite seguinte, Ackroyd é assassinado em seu escritório trancado, logo após receber uma carta póstuma da viúva, onde confessa que estava sendo chantageada e identifica o chantagista. King's Abbot está cheia de suspeitos, desde o mordomo nervoso, passando pelo enteado rebelde e problemático até a cunhada Sra. Cecil Ackroyd, que mora há anos na casa do irmão de seu falecido marido. Cabe agora ao famoso detetive Hercule Poirot, que estava em King's Abbot incognito e aposentado, cuidando de seu jardim, resolver o mistério de quem matou Roger Ackroyd e porque. Uma tarefa em que terá auxílio do médico James Sheppard, contando ainda com a engenhosa e fofoqueira irmã do médico, Caroline. 

- Pesquisando as sinopses achei que são todas muito fracas e complicadas e não fazem jus a maravilhosa obra que é este livro.

4. O ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE
          Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano.
O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.

- O meu livro preferido dela;

5. A MANSÃO HOLLOW
          Um inofensivo convite para almoçar na Mansão Hollow logo se transforma em mais um caso a ser desvendado por Hercule Poirot. A cena do crime parece um tanto artificial: o corpo de um homem agonizando na beira da piscina, sua mulher logo ao lado segurando um revólver, e ainda três testemunhas. Seria na verdade uma encenação, uma brincadeira de mau gosto para provocar o detetive? Infelizmente, para a vítima, não.
Indo contra todas as evidências, Poirot não demora a descobrir que a arma que aquela mulher tinha nas mãos não era a mesma que matou seu marido. O que aconteceu, então?


          A Agatha Christie tem um jeito único de escrever romances policiais onde o leitor se vê preso a uma verdadeira ciranda de suspeitos, onde a cada hora surge um personagem novo com potencial para ser o assassino e ao mesmo tempo todos teriam motivos para sê-lo e o leitor tem que prestar muita atenção para conseguir desvendar esse mistério sem cair nas armadilhas que a Agatha coloca no caminho. PS: Eu nunca consegui.




You May Also Like

1 comentários

  1. Também adoro histórias de detetive, mas nunca li nenhuma da Agatha Christie. Agora fiquei morrendo de vontade, todas as sinopses são muito empolgantes, mas o primeiro da lista, apesar do título bizarro em inglês, é o que mais deu vontade. Vou querer emprestado, hein?

    ResponderExcluir