TOP 5: Filmes de Natal para dar uma chance!

          Apesar de eu não ser exatamente a pessoa mais religiosa que você já conheceu, o Natal sempre me importou muito. As comidas, as luzes, os cheiros, os presentes, mas, principalmente, as pessoas, todas reunidas e se esforçando ao máximo para criar uma atmosfera agradável para todo mundo, sobretudo para as crianças, tudo isso me traz uma sensação muito boa e esperançosa, acompanhada de uma certa nostalgia da infância.
Para ajudar a criar expectativa para o Natal desse ano, elaborei uma pequena lista com cinco filmes de Natal aos quais você poderia dar uma chance este ano. Apesar de frequentemente terem aquele tom um pouco moralista no final, eles ajudam a produzir um pouco da mágica em torno do melhor feriado do ano.

          Para quem não se lembra, os Muppets são aqueles fantoches fofos e carismáticos da Disney, e nesse filme eles revivem o clássico conto de natal de Charles Dickens. Michael Caine é Ebenezer Scrooge, um senhor rico, mas avarento, rabugento e solitário, com um coração duro feito pedra e frio feito gelo. Na noite de Natal, ele é visitado por três fantasmas – do Natal passado, do Natal presente e do Natal futuro –, que têm o objetivo de fazer com que ele não siga o mesmo caminho dos Marley, seus sócios, igualmente rabugentos e avarentos, que se tornaram espíritos que não conseguem ascender ao paraíso. Caco, o Sapo assume o papel de Bob Cratchit, empregado fiel ao senhor Scrooge, cujo filho, o Pequeno Tim, está muito doente. A Miss Piggy é sua esposa, Emily Cratchit, enquanto o próprio Charles Dickens é feito por Gonzo, que assume a posição de narrador da história. Apesar de a história ser conhecida, o que faz toda a diferença é o humor característico dos Muppets – chamados de Marretas em Portugal, sabe-se lá por que.


          Nesse filme, Nicolas Cage interpreta o bem sucedido empresário Jack Campbell, uma versão moderna e talvez um pouco suavizada de Ebenezer Scrooge. Treze anos após deixar sua namorada Kate (interpretada por Téa Leoni) para ir a Londres, onde iniciaria sua trajetória de sucesso no mundo das finanças, mas sem amor, Jack recebe, no dia de Natal, a chance de descobrir como seria sua vida se não tivesse rompido a relação com Kate ao ir para Londres. Ao longo do filme, é possível alternar entre sentir dó ou raiva do personagem por suas atitudes egoístas e mesquinhas e torcer para que Jack descubra a importância do amor e da família – afinal, felicidade se torna mais real quando partilhada.

          Assim como no filme anterior, Drew, personagem de Ben Affleck, é um executivo egocêntrico e distanciado da família e sem amigos. Ele compra passagens aéreas para passar o Natal com sua namorada, Missy (Jennifer Morrison) nas Ilhas Fiji, mas ela não aprova a postura do rapaz em relação à própria família e termina o relacionamento. Tentando reatar o namoro, Drew aluga uma família desconhecida e cheia de problemas, os Valco, como uma família postiça para o Natal, mas Alicia (Christina Applegate), a filha do casal, pode atrapalhar tudo. A responsabilidade pelo humor no filme está nas personalidades excêntricas de Drew e dos membros da família Valco, como o pai Tom (James Gandolfini) e Christine (Catherine O’Hara). Apesar de ter sido um fracasso de bilheteria, vale a pena dedicar duas horinhas para essa comédia romântica leve e muito natalina.

          Jamie Lee Curtis (Nora) e Tim Allen (Luther) são os Kranks, um casal que compra passagens para passar o Natal no Caribe, aproveitando para fugir dos vizinhos um pouco desagradáveis, mas também carismáticos em um típico subúrbio estadunidense. O retorno de sua filha, Blair (Julie Gonzalo), que estava em trabalho voluntário no Peru, e que leva consigo seu namorado peruano , força o casal a mudar seu plano – e a ter de se engajar na preparação para o feriado, desde a decoração da casa, motivo de desavenças com os vizinhos, até as compras de comidas e bebidas para a realização de uma grande festa, tudo em apenas 24 horas. O filme, que arranca boas risadas com muita comédia física, é uma adaptação do livro Skipping Christmas, de John Grisham.

          Provavelmente o filme menos conhecido da lista, conta com um grande elenco de atores como Loretta Devine, Idris Elba, Jessica Stroup e Chris Brown. Na história, é a primeira vez em anos que todos da família conseguem se reunir para passar o Natal juntos, mas suas personalidades independentes e os rumos distintos que suas vidas levaram transformam o feriado em um desafio. Apesar disso, é um filme muito agradável, que, assim como os outros da lista, relembra a importância da união da família, a despeito de todas as desavenças. Assista até ao final – a cena dos passinhos de dança é sensacional.



Resultado de imagem para mean girls christmas gif
E então, o que acharam? Têm algum filme de Natal menos conhecido para sugerir?

 



You May Also Like

0 comentários